As notícias da comunidade esteiense.
JORNAL ECO DO SINOS
16/12/2016 - 16:00
JORNAL ECO DO SINOS 30 ANOS DE CORAGEM PARA INFORMAR De 1985 - 2016

04/02/2015 - 13:18
Um preo muito alto

11/09/2013 - 09:18
Teletubbies em Luto

04/08/2013 - 17:48
REPRESENTAO COMO HONRA

15/05/2013 - 12:07
Saudao aos Gregos

13/04/2013 - 19:23
CELULARES E CORRENTES DOURADAS

01/04/2013 - 17:13
Constrangimentos institucionais

09/03/2013 - 15:32
RESULTADO PARADOXAL

09/03/2013 - 14:34
OVOS QUEBRADOS

12/12/2012 - 17:26
Convvio e tolerncia

Anteriores


14/02/2015 - 12:10 Imprimir a not�cia
O PT e Macunama
Por Marcos Rolim
marcos@rolim.com.br


David Coimbra escreveu em sua coluna que o PT est
morto.
Penso que o bito de fato ocorreu, embora o tenha
por fato transcorrido h mais tempo. No me refiro
circunstncia de integrantes do partido terem se
envolvido em atos de corrupo, porque se isso
implicasse no falecimento no haveria instituio no
Brasil. No que tange corrupo, inaceitvel a
reao do partido que oscila entre a lenincia e a
mxima ademarista do rouba, mas faz. O titular
desta postura invertebrada, que faz lembrar a
personagem Macunama de Mrio de Andrade, o ex-
presidente Lula. Foi ele quem, sob o impacto da
primeira denncia do mensalo, se disse trado
para, anos depois, afirmar que tudo havia sido uma
inveno. Agora, no escndalo da Petrobrs,
novamente, ao invs da indignao diante de uma
roubalheira cujas cifras extrapolam a imaginao dos
mortais, o que temos a produo de um discurso
solerte, direcionado s mentes cansadas, que sugere
uma armao da direita e da mdia contra o PT. A
morte do partido que j encarnou o sonho de
dignidade e justia no Brasil atestada por este
discurso e pela ausncia de qualquer movimento srio
no sentido de expurgar da legenda a mfia que nela
se abrigou. Estamos diante de uma tristeza e de uma
derrota de propores histricas construda
meticulosamente pelo pragmatismo desvairado, por
pequenas vilanias cotidianas e pelo abandono da
coragem cvica.

O PT virou um partido vocacionado ao oportunismo, um
espao onde iro florescer nulidades como o
governador da Bahia, Rui Costa, que, diante de uma
chacina de 12 jovens negros, torturados, com braos
quebrados, olhos afundados e tiros na nuca, declara
que, no momento do disparo de sua arma, o policial
como o centroavante diante do gol. Pode uma coisa
dessas? E o que os petistas dizem diante de algo
assim? Nada. Porque nada tm a dizer sobre qualquer
coisa de importante h muito tempo, porque abdicaram
de disputar ideias e projetos, porque a mquina
partidria se transformou em um moedor de carne que
espanta a independncia, a inteligncia e a
dignidade. Claro que h pessoas no PT que ainda se
indignam e at mesmo se envergonham. Para elas, h a
esperana de que algo possa mudar e que o PT seja
capaz de se renovar moralmente. uma pena diz-lo,
mas no h um s indcio que suporte tal pretenso.