As notícias da comunidade esteiense.
JORNAL ECO DO SINOS
01/04/2013 - 17:12
Dona Ins sobrevive cirurgia e apresenta diagnstico de cura

09/03/2013 - 15:30
Nossa conexo est cada vez maior!

25/11/2012 - 15:36
A luz no fim do tnel, no exemplo de Milton

09/08/2012 - 10:01
Tarso apresenta Conselho Estadual de Comunicao sociedade civil

09/07/2012 - 21:00
A tica de Tarso deveria nos contaminar

20/05/2012 - 22:19
A mdia est na berlinda

14/05/2012 - 08:00
Onde habita o problema?

07/04/2012 - 16:55
Para no andar em crculos

29/03/2012 - 19:52
Pra ser feliz

12/03/2012 - 23:05
Dia Internacional da Mulher

Anteriores


12/03/2012 - 23:15 Imprimir a not�cia
O ar realmente necessrio?
Joo Machado
Jornalista

O ar  realmente necessrio?


O leitor discorda
1. Polui? Capaz! Ser? No! Imagina!
Rodrigo Jankoski

2. Poluente? A Refap? No! Imagina!
Luciano Braga Alves

3. No polui nadinha. Essa fumaa preta faz at bem, segundo tcnicos da Refap e da Fepam.
Victor Hugo


O leitor concorda
1. Poluente meu cigarro. A Refap um crime com o povo.
Elaine

2. Sem dvida, a Refap altamente poluidora.
Renon Vieira

Estas foram algumas opinies de nossos leitores!

Debater os assuntos do quotidiano bem simples. Basta acessar a internet. Quase to fcil quanto inalar o ar que respiramos. Mas hoje pode no ser to fcil respirar. Existe bem em nosso lado uma grande refinaria de petrleo que faz-nos pensar (e adoecer). Dando sequncia srie de Editoriais interativos, lanamos a pergunta: A Refap uma empresa poluente?


Aqui na cidade de Esteio no h nenhuma refinaria de petrleo. Estamos livres deste mal. A cidade vizinha de Canoas vive um grande dilema com a provvel e possvel poluio do ar dos que l respiram. O problema exclusivamente deles! Logicamente, as frases acima esto incorretas e este redator no seria aprovado em nenhuma prova de redao. Ironias parte, certo que estamos todos no mesmo barco e tudo o que nossos vizinhos fazem nos dizem respeito. Ignorar isto pensar que So Leopoldo e Sapucaia do Sul, por exemplo, poluam o Rio dos Sinos e ns dissssemos que o problema no nosso...
A Refinaria Alberto Pasqualini lana uma fumaa que no poderamos afirmar com certeza se altamente poluidora ou no. No temos formao em Meio Ambiente. Porm, alguns dos nossos leitores virtuais talvez tenham bem mais conhecimento sobre o tema. E postam suas opinies, algumas reproduzidas aqui. Elas foram retiradas do orkut e representam uma mdia fiel do que est rolando na internet.
A Refinaria Alberto Pasqualini realmente realiza um trabalho de relaes pblicas com a comunidade do entorno. Todavia, seriam necessrias mais aes prticas e eficazes de combate suposta poluio do ar? Afinal, respirar viver (bem)...
Opinies divididas, debate feito. Posto na mesa. Sem iluses. Sem mscaras. Por enquanto, no se faz necessrio mscaras para respirar. O ar estaria puro? Quem ou o que puro hoje em dia? Precisamos do petrleo. Necessitamos do combustvel fssil. Por isto, talvez, jogamos alguma gasolina no debate e verificamos, com a singela pergunta: A Refap uma empresa poluente? e assistimos um festival de opinies contrrias de nossos amigos.
A soluo do impasse parece simples, mas na verdade no e: o petrleo, matria prima para os combustveis fsseis, um veneno se inalado in natura. No entanto, quando refinado e transformado em gs, ele lanado na atmosfera, onde se mistura com o oxignio. Se, por um lado, temos pessoas, principalmente crianas, com problemas respiratrios nos arredores da refinaria, por outro, no h provas concretas de que o refino que a Refap efetua pode causar doenas deste tipo, uma vez que a qualidade do ar monitorada e segundo tcnicos est tudo em ordem. Poderamos respirar aliviados?

Ainda sobre o assunto: o leitor Felipe Deitos Vicente enviou-nos uma mensagem atravs do portal do Eco do Sinos, ainda sobre o polmico editorial sobre a REFAP (Refinaria Alberto Pasqualini). Segue em suas palavras: a respeito da matria sobre a poluio gerada pela REFAP, gostaria de acrescentar que nos ltimos quatro dias estamos sofrendo com forte mau cheiro vindo da refinaria, inclusive na sexta-feira (27/01) recebi em minha casa dois tcnicos da Petrobrs, para verificar o ndice de gs no ar, s que eles s vieram duas horas aps a minha reclamao via telefone, e depois de tanto tempo o cheiro j havia sumido, sendo assim os tcnicos no detectaram concentrao alguma de gs no ar. Isso uma vergonha, eles no liberam informao alguma! De sexta a domingo, por volta das 19:00 o cheiro aparece. Essa madrugada, por volta das 02:00 e agora ao meio dia, l estava o cheiro insuportvel novamente. Quem garante que isso no prejudica nossa sade?